INSTRUMENTAL

Conheça o casting de "Instrumental" da Cantareira Produções.

Quarteto de Cordas à La Carte

CCom o objetivo de unir educação e música, o Quarteto à La Carte apresenta diferentes épocas, estilos e compositores de música de concerto por meio de um repertório familiar, voltado ao público sem contato profundo com esse gênero. O grupo interage com a plateia de maneira informal, contextualizando o espetáculo a partir de fatos curiosos, anedotas e conceitos da história da música, da arte e dos instrumentos de cordas utilizados – violino, viola e violoncelo. Também conecta o conhecimento das pessoas sobre composições clássicas vivenciado em filmes, em comerciais e em outros programas de televisão com o que está sendo executado O resultado é um maior proveito da apresentação pelo público. Formado por experientes instrumentistas e professores, o quarteto difunde e populariza a música clássica e os instrumentos de cordas, desenvolvendo a percepção do ouvinte e uma maior apreciação musical.

Laércio Ilha Bela e Ilíada Soriano

Laércio Ilha Bela e Ilíada Soriano – une a magia do ritmo cigano com a beleza da dança típica de seu povo, transformando compassos do violão e os passos da bailarina numa única harmonia.

Gabriela Machado e Makiko Yoneda
(Duo flauta e piano)

Instrumentistas atuantes do cenário paulistano, vindas de países diferentes, Brasil-Japão, elas se encontraram para tocar música brasileira.
Assim nasceu o duo, cada artista com sua bagagem musical, suas experiências e suas performances misturando, compondo e recriando uma nova paisagem musical.
Partindo de um olhar único pela janela da música brasileira, flauta e piano passeiam por um repertório de mestres da linguagem erudita e popular Radamés Gnattali, Heitor Villa Lobos, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Esmeraldino Salles, Paulinho da Viola, César Camargo Mariano e Sivuca, dentre outros.
Cada obra desvenda um aspecto dessa brasilidade tão ampla e encantadora!

Quintal de Fulô

Quintal é assim, abertura para o mundo, pros sabores e odores, pras cores e fulôres!!
Quintal de Fulô é bem brasileiro, fruto do encontro de quatro instrumentistas atuantes da cena paulistana.
Cada qual com suas raízes misturam-se nesse ambiente para criar uma nova paisagem.
Flauta, cavaquinho, piano/sanfona e percussão se entrelaçam em choro, baião, valsa, samba, maxixe e o que mais vier ....tudo floresce em arranjos originais.
Assim é Quintal de Fulô espaço aberto e criativo onde o público é convidado a desfrutar.

Carnaval do Bina

O violonista Bina Coquet apresenta sua versão única do Jazz Manouche, que surgiu na França na década de 1930 nas mãos do cigano Django Reinhardt, unindo repertório característico do gênero com a música brasileira. Para ele o violão de Django pode virar um cavaquinho, fazer as "baixarias" como do mestre Dino, batucar como Baden Powell, chorar como um bandolim de Jacob ou sussurrar na batida de João Gilberto. O importante é que nesse caldeirão de sotaques e estilos, todos possam dançar no La Pompe do Jazz Manouche.

Bina Coquet é Vinicio Dutra Coquet, nascido em 11 de Janeiro de 1973 na cidade do Rio de Janeiro, no mesmo ano seus pais mudam-se para São Paulo, onde ganhou o apelido de Bina e aos 10 anos sua primeira guitarra, teve inúmeras bandas profissionalizando-se em seguida.
Seu primeiro registro fonográfico foi o Som da Demo pelo Sesc (1995), como Vinicio Bina Quinteto.
Conheceu o pianista e organista Ehud Asherie, durante sua estadia na cidade de Nova Yoork, onde mantém um trabalho até hoje, lançando 2 CDs denominado Bina & Ehud - Samba de Gringo(2005) e Samba de Gringo 2 (2007).

Fundou o projeto "Hammond Grooves", ao lado de Daniel Latorre. Participou da Orquestra Saga, também registrado pelo Sesc, Em 2010, pela quarta vez, vai morar em New York decidido a tocar música brasileira no violão manouche instrumento no qual se dedica até hoje. Foi o criador do projeto 'Batuque Manouche" retornando ao Brasil em 2011 e logo começou a se destacar na fusão de Jazz Manouche com música brasileira. Desenvolve outros projetos nessa linha, como Catimba Manouche, Seo Manouche e Sampa Hot Club.
Bina já trabalhou com Seu Jorge, Wilson Das Neves, Céu, Dona Inah, Trio Mocotó, Robin Nolan, Howard Alden, Richard Smith, Paul Mehling, Choro Ensemble, Anat Cohen, Seleno Clarke, Aria Hendrix, Alexandre Ribeiro, Arismar do Espirito Santo, Banda Mantiqueira, Lincon Olivetti, Roberto Sion, Rosa Maria, Curumim, Eva Sholtten, Zeca Baleiro entre outros.